Postado em 06.30.09 em Curiosidades, Notícias por Jorge Alves

Sonhos - Treino de sobrevivência nocturno?

Bem vindo. Pode esclarecer as suas dúvidas no formulário de Contacto ou comentando num artigo. Subscreva o nosso feed RSS para não perder nenhum artigo novo. Pode procurar mais informação na secção "Arquivos" ou na barra de pesquisa.

Sonhos - Treino de sobrevivência nocturno?

O blog Mind Hacks publicou recentemente um artigo onde faz referência à “Teoria da Simulação de Ameaça”, que tenta explicar porque a evolução nos permitiu a capacidade de sonhar.

Esta teoria defende que os sonhos são uma forma de treino nocturno de sobrevivência e baseia-se nas investigações que apontam o facto dos sonhos nos colocarem, muitas vezes, em cenários de perigo pessoal.

Este tipo de investigação é exemplificado através de uma análise de conteúdo de 212 sonhos recorrentes de participantes entre 18 e 81 anos. Em quase todos os casos desse trabalho, a própria pessoa (i.e.: “sonhador”) era o alvo da ameaça e participava activamente na resolução, fuga ou combate à mesma.

Achados como este podem implicar que a função evolutiva dos sonhos sejam preparar-nos para as ameaças.

Link para o estudo mencionado: Evolutionary function of dreams: A test of the threat simulation theory in recurrent dreams.

Related Posts with Thumbnails

Sobre o autor:  Jorge Alves é doutorando em Psicologia. Investiga na área das Neurociências. Criador e autor principal do Portal RedePsicologia.com.



Subscrever Comentários Comentar | Trackback |
Etiquetas: , , ,

Posts anteriores


Comentários ( 1 Comentário )

Concordo com essa pesquisa, analisando meus próprios sonhos pude observar que eles são como um treino para situações que possam acontecer. Por exemplo os últimos sonhos que tive foram, que meu avô havia falecido, e que eu tinha levado um fora de minha namorada. Eu acredito que esses sonhos foram uma forma de meu subconciente simular essas situações, que podem vir a ocorrer em um futuro próximo, mara melhor me preparar para quando tiver que enfrentar essas situações reais.

matheusNo Gravatar deixou este comentário em Ago 20 10 ás 20:19

Deixe aqui o seu comentário

Se pretende fazer uma pergunta sobre este artigo verifique primeiro se a mesma já foi respondida nos comentários. Devido à grande quantidade de comentários e e-mails que recebemos, nem sempre é possível uma resposta imediata. Contudo, tentamos dar resposta a todos os leitores.




Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.