Postado em 07.27.08 em Notícias por Jorge Alves

Explicação da Enxaqueca

Homem com Enxaqueca

Homem com Enxaqueca

Um dos fenómenos que mais intriga alguns investigadores é a compreensão da etiopatiofisiologia da enxaqueca.

Um novo artigo da Scientific American tenta ir mais longe da tradicional visão de que a enxaqueca consiste em “vasos sanguíneos constritos”.

O artigo explora o jogo e a contribuição de nervos, neurotransmissores e do estilo de vida e aponta para um processo de depressão cortical como a provável causa pela dor e pela aura.

Link

Related Posts with Thumbnails

Sobre o autor:  Jorge Alves é Doutorado em Psicologia. Neuropsicólogo Clínico. Investiga na área das Neurociências. Criador e autor principal do Portal RedePsicologia.com.



Subscrever Comentários Comentar | Trackback |
Etiquetas: , ,

Posts anteriores


Comentários ( 2 )

Olá! Boa Noite!!!
Gostaria de saber se a enxaqueca tem como etiologia o psicológico.Pois, ouvi isso de uma estudante de Psicologia e fiquei um tanto espantada creio que pode ter relação com stress ou outros transtornos que podem desencandear…sou graduanda de nutrição e sei que os alimentos também são desencandeadores das crises…Gostaria de uma posição quanto a isso ??? Obrigada!!!

Carla GouveiaNo Gravatar deixou este comentário em Jun 21 09 ás 22:12

Boa noite. Segue a minha posição.
Antes de mais, convém ter em conta que a dor de cabeça pode ter diversas etiologias que devem ser averiguadas por profissionais de saúde. O stress pode, de facto, funcionar como despoletador de dores de cabeça, podendo haver outra causa subjacente ou não. Por exemplo, numa explicação clássica das cefaleias de tensão, em algumas das pessoas a vivenciar situações geradoras de stress, este último causa tensão muscular na pessoa, que por sua vez origina um cerramento dos dentes e consequente contracção dos músculos envolvidos na mastigação (localizados no crânio). Esta contracção crónica origina dor.
A explicação forbecida é exemplificativa e não deve ser tomada como uma explicação aplicável a todos os casos. A complexidade do fenómeno das dores de cabeça requere que se tenham em conta diversos factores na sua explicação. Aliás, esta mesma complexidade indicia a razão da existência de tantas teorias explicativas e as várias classificações de tipo de dores de cabeça.
De nada. Volte sempre.

Jorge AlvesNo Gravatar deixou este comentário em Jun 25 09 ás 23:23

Deixe aqui o seu comentário

Se pretende fazer uma pergunta sobre este artigo verifique primeiro se a mesma já foi respondida nos comentários. Devido à grande quantidade de comentários e e-mails que recebemos, nem sempre é possível uma resposta imediata. Contudo, tentamos dar resposta a todos os leitores.