Um novo estudo de investigação confirma que a estimulação cerebral profunda é potencialmente efectiva em pessoas com depressão major resistente a outros tratamentos.

Os investigadores da Cleveland Clinic, da Brown University e do Massachusetts General Hospital inspiraram-se no sucesso obtido nos os tremores associados ao Parkinson e a desordens de movimento como distonia e tremor essencial.

Os mesmos já tinham obtido resultados semelhantes em pacientes com perturbação obsessivo compulsiva (POC).

Notícia

Artigos relacionados


Subscrever Comentários Commentar | Trackback |
Etiquetas:

Posts anteriores


Deixe aqui o seu comentário

(se pretende fazer uma pergunta verifique primeiro se não foi respondida nos comentários acima)


XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>